08 setembro 2014

Comício da Festa do AVANTE!

Todas as semanas há um comício
assim em Portugal e, por isso,
bem se compreende que os principais
jornais nem uma linha lhe tenham
dedicado nas suas primeiras páginas
 


9 comentários:

  1. Pois é , e nem todas as semanas, um partido estoira com UM MILHÂO DE EUROS na compra de terrenos, numa altura em que muitos portugueses contam centimos , para terem comer na mesa.

    ResponderEliminar
  2. Senhor anónimo estúpido como as casas: por esse raciocinio acabe-se já com a democracia e com as eleições que custam muitíssimo mais ao Estado do que o novo terreno vai custar ao PCP.

    ResponderEliminar
  3. Um elemento da reacção!8 de setembro de 2014 às 16:42

    Noticias de comícios politicos com discursos já mil vezes repetidos, do PCP ou de outro partido qualquer, na 1ª página de um jornal, só servem para afastar os potenciais compradores dessa edição. Ninguem está interessado em ler esse tipo de noticias, com excepção de alguns militantes dos vários partidos.
    Sobre a compra da nova quinta da Festa...pelo menos desta vez já ninguem vai dizer que o dinheiro veio da Rússia!

    ResponderEliminar
  4. Estoirar, estoirar estoira este pequeno anónimo que do alto das suas baboseiras mostra duas coisas: por um lado a tentativa bacoca e reles de fazer demagogia barata sobre um acontecimento que em si não tem nada de extraordinário. Um partido com numerosos militantes em que cada um contribui com a sua parte e que não parte para as compras milionárias dos partidos do arco da governação. A outra é o enorme frete que o referido anónimo faz aos tais jornais de grande circulação e o extraordinário silêncio com que rodearam este grande comício. Um frete e uma tentativa de desculpabilização da censura mediática patente e obscena.

    E falando em obscenidades é exactamente aonde se situa tal tipo de comentário..A cumprir os verdadeiros desideratos ideológicos que formatam e formam este anónimo. Com o cheiro fétido característico correspondente.

    De

    ResponderEliminar
  5. Já agora
    http://manifesto74.blogspot.pt/2014/09/a-festa-ainda-mais-avante.html#more

    De

    ResponderEliminar
  6. até já ouvi dizer que agora vamos ser "latifundiários". A camarada da JCP no comício, teve uma expressão muito linda sobre o nosso terreno chamando-lhe CHÃO NOSSO!

    ResponderEliminar
  7. 11:43 Anónimo que anonimado anonimamente aqui deixou dois ditos
    um refere uma incorreção que por animosidade quer fazer crer e que cumpre corrijir: são 950 mil os euros que os comunistas e os seus amigos se propõem reunir para pagar o terreno que permite a ampliação da Festa;
    outro uma verdade que esquecidamente não imputa aos governos PS\PPD-PSD\CDS-PP\PPM, responsáveis, eles sim, pela fome que os habitantes do nosso país passam
    É verdade, nós comunistas contamos os cêntimos: os nossos e os de todos. Mas quando nos propomos a fazer - desde o cartaz à Festa - nada é comprado que não seja pago.
    Somos comunistas de condição e razão.
    Mas, anónimo anonimado, não esteja apoquentado por postar anónimamo comentário: a nossa luta é justa. Fazêmo-la também por si para que tenha direito ao trabalho pago, à reforma, ao descanso, à cultura, às férias, à saúde, à educação, ao desporto e à habitação.
    Um dia destes vá conhecer-nos num centro de trabalho perto de si. Verá que somos humanos, alegres, trabalhadores e esclarecidos. A nossa diferença é única e pública: estamos possuídos pela transformação do sonho em vida. E levamos mais de 90 anos de luta e concretização do PCP inicial que tanto honramos.
    Quanto a ti, Vítor, as casas não são estúpidas. Como diz Eugénio de Andrade "são um poema para oferecer aos amigos". Como este teu blog que tanto me ensina.

    ResponderEliminar
  8. Ana Alves Miguel, li de manhã este artigo do Vítor Dias e, revoltado já pelo facto incontornável e indesmentível da censura da comunicação social do regime em relação ao PCP e a essa manifestação maior (em plúrimos sentidos) que é a Festa do Avante, mais revoltado fiquei (e triste, creio que também) ao ver a ignorância, o preconceito, a vacuidade do tal "Anónimo" e da sua apreciação. Contudo, voltei, reincidentemente à leitura de novos comentários entretanto publicados e encontrei o seu. Valeu a pena ter passado por cá.

    ResponderEliminar
  9. Os anónimo escondem a cobardia. Deixá-los ganir. Quanto a nós devemos começar a organizar a recolha de fundos.

    ResponderEliminar