28 março 2018

3º CONGRESSO DA OPOSIÇÃO DEMOCRÁTICA

45 anos depois,
regressamos ao local do «crime»



 «Por dificuldades naturais na obtenção das respectivas moradas, a URAP torna público que está a dirigir um convite especial aos antigos membros da Comissão Nacional do 3º COD, com vista à sua participação no programa comemorativo de dia 7 de Abril em Aveiro, incluindo designadamente a jornada de confraternização que se realizará às 17.30 no Museu Municipal aquando da inauguração da exposição.»

24 março 2018

14 março 2018

Uma questão de «timing»

Manuel Carvalho
hoje no «Público» ...

 

clicar para aumentar

... e alguém há 5 anos 


Os altos voos de um certo tipo de «sindicalista»

O homem certo na empresa
certa e no momento certo



Isto na mesma altura em que o presidente da Altice anunciou que não recuaria nas transferências de trabalhadores da PT.

13 março 2018

Bilhete postal para Fernanda Câncio

44 anos depois, ainda é preciso explicar que, em Portugal (e não só), dar  um cravo vermelho (e um folheto sobre o 8 de Março !) não é o mesmo que dar uma orquídea ?



10 março 2018

06 março 2018

O que ainda ninguém disse sobre a Itália

Três milhões de
votos atirados ao lixo



Se não me engano ou precipito nas contas, nas últimas eleições italianas a existência de 260 círculos uninominais combinada com a exigência para obter representação de um mínimo  3% para os partidos e de 10% para as coligações levou a que cerca de 3 milhões de votos não servissem para eleger ninguém (abrangendo cerca de 18 partidos ou forças concorrentes, entre os quais + Europa com 836.837 votos, Noi con Itália com 428.928 votos e Potere al Popolo com 370.320 votos . Do ponto de vista dos objectivos da nova lei eleitoral, bem se pode dizer que foram inteiramente alcançados.
Bela democracia !
Adenda
Manda a honestidade intelectual que se reconheça que este post  contém diversos erros, e em função deles, exagera na quantidade de votos atirados para o lixo.  Sobretudo porque não teve em conta que diersas forças apontadas como prejudicadas afinal elegeram por pertencerem a coligações que obtiveram mais de 10%. Isso não impede entretanto entretanto que no conjunto seja altamente desproporcionado o custo de votos por eleito entre os grandes partidos e coligações e os mais pequenos, como se pode ver neste quadro com os resultados finais.

clicar para aumentar

03 março 2018

02 março 2018

01 março 2018

Eleições de domingo

Ninguém fala dela mas, em
Itália, ainda há esquerda a sério !






Silenciada, discriminada, lutando em condições extraordinariamente complexas e difíceis e sofrendo com um sistema eleitoral concebido para beneficiar as grandes coligações, até é bem possível que a coligação Potere al Popolo não elega nenhum deputado ou senador em Itália no próximo domingo.
Mas fica aqui este post de solidariedade com estes milhares de mulheres e homens que, nesta pugna eleitoral, empunham de cabeça levantada a bandeira das melhores tradições progressistas da Itália do pós-guerra.
 clicar para aumentar