31 dezembro 2014

Despedida de 2014 e...


... caminho para 2015




"Never Surrender"


Just a little more time
Is all we're asking for
'Cause just a little more time
Could open closing doors
Just a little uncertainty
Can bring you down

And nobody wants to know you now
And nobody wants to show you how

So if you're lost and on your own
You can never surrender
And if your path won't lead you home
You can never surrender

And when the night is cold and dark
You can see, you can see light
Cause no one can take away your right
To fight and to never surrender

With a little perseverance
You can get things done
Without the blind adherence
That has conquered some

And nobody wants to know you now
And nobody wants to show you how

So if you're lost and on your own
You can never surrender
And if your path won't lead you home
You can never surrender

And when the night is cold and dark
You can see, you can see light
'Cause no one can take away your right
To fight and to never surrender
To never surrender

And when the night is cold and dark
You can see, you can see light
No one can take away your right
To fight and to never surrender
To never surrender

Oh, time is all we're asking for
To never surrender
Oh, oh, you can never surrender

Time is all you're asking for
Stand your ground, never surrender
Oh, oh, oh, oh, I said
You never surrender, oh

29 dezembro 2014

Esta gente não tem vergonha

Uma patranha que não
pode passar em claro


Estava eu a seleccionar jornais para o honroso destino da papeleira quando os meus olhos bateram numa frase estampada numa das colunas de um artigo de Paulo Rangel no Público de 23.12 que na altura não me tinha interessado dado que logo de ínicio se percebia o seu tom vagamente memorialista. É a seguinte, para que conste:


Posto isto, só é preciso acrescentar que nunca em 1975 se pôs a hipótese de parar com «as aulas» nem por dois anos, nem por um ano, nem por seis meses. E Paulo Rangel, além do mais, devia pedir publicamente desculpa à família de Vítor Alves por esta repugnante patranha.

Os que sempre se safam

Isto é que tem sido uma crise !




na íntegra aqui em L'Humanité

27 dezembro 2014

Porque hoje é sábado (511)

Yhe War 0n Drugs



A sugestão musical deste sábado vai
 para The War in Drugs, a banda norte-americana
 cujo íultimo álbum foi considerado por revistas da especialidade um dos melhores de 2014



A renovação é sempre para os outros

Finalmente, alguém que

nunca tinha sido capa de jornal
   


Sendo eu reconhecidamente um poço de isenção e de independência, é evidente que este post teria sido publicado mesmo que, nesta edição do Público, António Barreto não tivesse afirmado o seguinte:


O país do pior e do melhor

A América de que gosto



What We Do
Two times per week, Books Through Bars volunteers meet at our space in Brooklyn to match requests prisoners have sent us in the mail to the books on our shelves. (Learn more about how we started by reading an interview with the co-founder here). We mail book packages to individuals rather than prison libraries. Our book collection is donated by members of the community. Because we manage to get by in donated space, with donated books, donated packing materials, and volunteer labor, our only expense is postage. To meet this much needed expense we hold fundraisers and look for other opportunities for receiving funds. We are a group of activists, librarians & archivists, editors, students, office workers, teachers, authors and other book lovers, and we welcome you to come to a packing session whenever you can make it, for however long you like. Travelers passing through town are more than welcome too.

24 dezembro 2014

Gravação de 2003

Natal com Pierre Boulez
 e Maria João Pires




(talvez necessário simples registo)

ISABEL ALLENDE FAZ MAL A PRESOS E ESTUDANTES !

Relembrando coisas do
arco da velha nos EUA




AQUI

assunto abordado neste blog aqui
ver mais aqui

Eles não perdoam

O nome de Marchais já foi à vida, 
talvez um dia Marie-Claude 
Vaillant-Couturier tenha nome de praça



 (...)
a ler aqui

A título de informação

A Comuna de Paris
ainda dá que falar



aqui, artigo em torno do livro
 de John Merriman 



23 dezembro 2014

De repente, neste Natal

Autocrítica de Cavaco sobre a não
convocação de eleições antecipadas



Cavaco Silva, em discurso
ao Conselho da Diáspora

Na morte de Joe Cocker

Em Woodstock ele cantou 
que Something´s is Coming On