02 março 2024


 

Coisas do Borroso

 Durão Barroso:
arsénico e rendas velhas

Antigo primeiro-ministro considera que direita não deve ter “medo” de algumas palavras. E carregou nelas: “Se não se identificam com o brasão de armas, então não são verdadeiramente portugueses»
 (Expresso)

Estão muito enganados os que julgarem que Passos e Moedas sobre imigração e insegurança, Oliveira e Silva (da CAP) a negar as alterações climáticas, Paulo Núncio a sonhar com novo referendo à IVG e agora Durão Barroso a orgulhar-se dos tempos da troika e a armar-se em tabelião do portuguesismo de todos nós são meros deslizes na campanha da AD, São muito mais do que isso. São antes a revelação da matriz e do fundo reacionários da AD. O resto é mera cosmética eleitoral.

Porque hoje é sábado ( )

 Laetitia Sadier

Uma triste notícia

Na morte de
Fernando Correia


Provocando uma grande tristeza, chega a notícia da morte de Fernando Correia, jornalista com um largo e qualificado percurso profissional (Diário Popular, Diário de Lisboa, Seara Nova, Vértice, Avante!), militante do PCP desde o inicio dos anos 60, professor universitário e autor de ensaios de grande valia sobre comunicação social, um dos antifascistas libertados de Caxias  à uma da manhã de 27 de Abril. Com o seu falecimento, perdemos um homem bom e eu perco um querido amigo. Aqui deixo um apertado abraço de solidariedade para a Julieta e os seus filhos.

01 março 2024

Bodo aos... ricos !

Agora é só ver quantos
 milhões vão abichar
 com a redução de IRC
proposta pela AD

«BCP com lucros de 856 
milhões de euros em 2023 
a subirem mais de 300%"

«Lucro da EDP em 2023
 disparou 40%, para 952
 milhões de euros»

28 fevereiro 2024

Veja o que eles são

 

Um reaccionário deita
 a cabeça de fora

Candidato da AD quer
 novo referendo ao aborto

(Público)
Trata-se de Paulo Núncio, do CDS, que quer voltar a um assunto que está muito bem resolvido. Fica o aviso: votar na AD é eleger este atraso de vida.

27 fevereiro 2024

ANIVERSÁRIO DA CHAFARICA

 




Só nesta segunda série 7228 posts

Ora tomem la

 Post para beneficio
de Passos Coelho e do Chega

«Existe relação entre imigração e segurança, como sugeriu Passos Coelho? Nem por isso.

«Não se verifica, também, correlação entre o aumento do número de estrangeiros em Portugal e a criminalidade reportada. Entre 2014 e 2022, o número de estrangeiros aumentou em cerca de 98%, de acordo com os números do Observatório de Migrações. Porém, o número de crimes participados em 2022, apesar do aumento em relação ao ano anterior, continua a ser inferior a valores de 2014 e 2015, quando a população imigrante era praticamente metade da actual, » (Público)

26 fevereiro 2024

No Algarve

 Passos Coelho : um
discurso com dois
piscar de olhos para o Chega

Não é de estranhar que, após o discurso do Algarve, André Ventura tenha logo vindo dizer que «Passos Coelho mostrou a   Montenegro como deve fazer». Com efeito, duas passagens do discurso de Passos Coelho confirmam que ele é defensor de um futuro acordo com o Chega, Uma foi quando aconselhou a que o PSD fizesse aquilo que faz falta. para ser governo. A outra foi quando associou a imigração à insegurança, sendo que aqui devia pagar direitos de autor a André Ventura. Ficámos esclarecidos.