28 outubro 2021

Declaração para a acta

 Não, não reescrevo a história

Em editorial no «Público» de hoje, Manuel Carvalho vem dizer-nos que a dita «geringonça» se resumiu a uma « permanente transacção dos interesses do país em favor dos dogmas partidários ».

Face a esta grosseira falsificação e horrenda caricatura, talvez seja tempo de declarar para a acta que, ao contrário do que estão fazendo também algumas pessoas da esquerda consequente, não é hora de deitar fora o menino com a água do banho nem de reescrever a história.

Porque a verdade é que, independentemente do que cada um pensar do desfecho recente, a chamada «geringonça», com os limites que já estavam assumidos no momento do seu nascimento, rectificou e anulou dezenas de medidas agressivas e orientações estuporadas impostas alegremente pelo governo PSD-CDS que tinham causado profundos sacrifícios e sofrimentos â maioria dos portugueses e deu importantes passos no sentido de lhes devolver respeito e esperança.

Que Manuel Carvalho desvalorize tudo isso e só veja nisso uma «permanente transacção dos interesses do país em favor dos dogmas partidários» é coisa que não pode causar espanto. Bem vistas as coisas, sempre houve aqueles cujo olhar e pensamento ficam sempre gostosamente prisioneiros do seu próprio estatuto social e padrão de vida.

O tempo volta para trás

 Passos Coelho já regressou
 mas agora vestido de Paulo Rangel

Paulo Rangel na «Grande Entrevista» da RTP/3 que procurou transformar num glorioso tempo de antena da sua candidatura no PSD:
« Pedro Passos Coelho (...)
foi alguém que [como primeiro-
ministro] serviu Portugal
de forma extraordinária»

23 outubro 2021

Os portugueses têm memória

 Era só o que nos faltava


Sim, era só o que nos faltava vir o antigo secretário de Estado dos Assuntos Fiscais do governo Passos/Portas vir dar sentenças sobre «prosperidade». Ainda se fosse sobre o «enorme aumento de impostos» de Vítor Gaspar e Paulo Núncio a gente admitia bem.

Porque hoje é sábado ( )

 Helado Negro & Kacy Hill

18 outubro 2021

Colóquios

 Os 100 anos da
 Seara Nova no Aljube


às 17 horas

19 de Outubro de 2021, República e Resistência –
 com Luís Farinha e Levy Baptista

20 de Outubro de 2021, Seara Nova: Liberdade e Democracia – 
com Luís Andrade e Cecília Honório

21 de Outubro de 2021, Seareiros no Aljube –
com Fernando Correia e Alfredo Caldeira