08 dezembro 2015

Paulo Nojo Rangel ou...

... ou o esplendor 
da mentira e da calúnia !


No Público de hoje, Paulo Rangel volta a fazer a enésima demonstração da sua visceral desonestidade política. Afirma ele que «tenho repetido muitas, em escritos e na televisão ( e ainda o fiz na semana passada): no Parlamento Europeu a extrema-esquerda e a extrema -direita votam quase sempre no mesmo sentido. (....) Sim, o Bloco de Esquerda e o PCP, no Parlamento Europeu, têm uma identidade de posições quase sistemática com a direita radical, nacionalista, proteccionista e antieuropeia».

Sobre esta infâmia, e a respeito da FN, algumas breves notas:

1. Paulo Rangel bem podia ter-nos lembrado o tempo em que Mitterrand, na ilusão de «lixar» a direita, fazia telefonemas ao presidente da televisão estatal para que Jean-Marie Le Pen fosse entrevistado.

2. Paulo Rangel bem nos podia ter lembrado quantas alianças locais e regionais a direita francesa fez, repetidas vezes, coma Frente Nacional.

3. Paulo Rangel bem nos podia ter contado o que muito sabe, a saber, que sob a direcção de Marine Le Pen, a FN empreendeu em palavras uma viragem absolutamente demagógica de cópia, em matérias sociais e outras, das posições do PCF e do Front de Gauche.

4. Paulo Rangel, se queria bater a tecla de uma inventada identidade, podia ao menos, por razões de antiguidade sentenciar antes que é a FN que tem uma identidade com o PCP ou o PCF e não o seu contrário.

5. Paulo Rangel sabe perfeitamente que em França nenhuma outra força combate com mais determinação e coragem a Frente Nacional do que o PCF. Mas, como ele nunca o contará, que se assoe a este simples guardanapo (um panfleto do PCF nas recentes eleições regionais):


(clicar para ler melhor)

1 comentário:

  1. Rangel é um idiota. Agora que está anórético deve pensar pior ainda.

    ResponderEliminar