15 novembro 2015

Jerónimo de Sousa na Marinha Grande






1 comentário:

  1. Que abram os olhos os inocentes
    em vida
    contra os miseráveis mercados

    ResponderEliminar