21 julho 2015

UMA EVOCAÇÃO COMOVIDA...

... na morte do Jorge Simões

Faleceu ontem, com funeral realizado hoje  em Oeiras, Jorge Simões, um nome que hoje em dia, até não muitos comunistas se lembrarão mas que entendo deverem ficar a saber que foi até ao princípio da década de 90 o principal autor gráfico da maior parte dos materiais  de comunicação do PCP. Com efeito, muito para além de ter feito parte da vasta equipa que concebeu e executou a Exposição sobre os 60 anos do Partido (1977) foi na verdade o autor gráfico de dezenas e dezenas de cartazes do PCP e de organizações unitárias, de incontáveis folhetos e outros materiais de propaganda, tendo também produzido capas para diversos discos de cantores de intervenção. Quem, como eu, trabalhou com ele tantos anos, sempre num clima de amizade e mútua compreensão,  não podia deixar que ficasse de fora da nossa memória tudo isto e tudo o mais que não cabe naturalmente nesta curta evocação. Adeus, Jorge, obrigado por tudo.









12 comentários:

  1. Eu, filha, agradeço a tão fiel e merecida homenagem, de fato, resume o Homem e a sua grande paixão. Eu sei e vivi, ele viveu e deu tudo o que tinha ao PCP, a genialidade, a criatividade, profissionalismo, merece ser recordado e ser um nome incontornável. Ele merece. Esses anos foram os melhores da vida dele, eu sei. Ele estaria comovido ao ler estas palavras tal como eu estou... Obrigada Victor Dias. Um abraço. Cláudia Simões

    ResponderEliminar
  2. Querida Cláudia: que superes bem essa tão dificil dor. Como expliquei ao Monginho, não pude ir ao funeral por causa de consultas constantes que eu e a minha mulher temos tido depois de incêndio em casa em que foi um milagre ficarmos vivos,Era o mínimo que ppodia fazer, Um grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As melhoras para vós, fiquei comovida com a presença dos camaradas e com os comentários no Facebook de tanta gente....tenho um nó na garganta. Tenho algumas relíquias dele. Gostava de expor. Tenho fotos. Podiamos reunir material e mostrar, que achas? Muito bom saber que muitos gostava dele. Beijinhos

      Eliminar
  3. Olá Claúdia, eu, os meus irmãos e os meus pais gostavámos imensississimo do teu pai. Gostava de te mostrar uma fotografia com ele. O meu contato é fácil de encontrar. Forte abraço de nós todos.
    Joana Areosa F.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Joana, é um gosto saber que muitos gostavam dele. Não te identifico à primeira mas vou tentar encontrar-te...quero ver essa foto. Um abraço a todos vocês.

      Eliminar
  4. Um camarada de uma paciência e disponibilidade sem limites para os mais novos que eram da "juventude". E um artista com A grande!

    ResponderEliminar
  5. Sem ter tido ensejo de conhecê-lo pessoalmente, faço questão de associar-me à homenagem que aqui lhe é prestada, deixando à filha, a minha sobrinha Cláudia, à neta e ao genro a minha total e incondicional solidariedade!

    carlos António Machado Acabado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Tio Carlos, era daqueles que gosta! Um beijo

      Eliminar
  6. Um excelente homem, que tive o prazer de conhecer. Deixas saudades a todos nós, Claudinha os m/sentidos pêsames pela morte do teu querido pai.
    Mimi

    ResponderEliminar
  7. Tive a alegria de o ter como amigo e como camarada político. Bons e maus momentos. É uma pena camarada teres partido sem veres o nosso Portugal como o desejavas. Para a Cláudia um beijinho muito grande a ti que não te vejo desde pequenina a brincar com os meus filhos Sandra e Vasco. Até à Vitória Final camarada Jorge. Do teu amigo e camarada António Sousa e Silva

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Beijinhos e obrigada pelas palavras!

      Eliminar