15 março 2015

Não me parece mas...

... espero sinceramente
que o Eurogrupo seja sensível
à beleza da esposa de Varoufakis




Ao contrário do que alguns leitores eventualmente poderão prever, este post não tem ponta de crítica ou de hostilidade ao facto de o ministro das Finanças grego ter concedido uma larga entrevista ao «Paris Match» ilustrada com várias fotos do seu remanso familiar. Se é por bem, tudo bem. Mas nada nem ninguém me pode impedir da amarga constatação de que, pelos vistos, fazer política hoje também exige disto que, às vezes, tem uma volta na ponta (veja-se o caso Carrilho-Bárbara).

Eu aqui cheio de compreensão e tolerância
e só depois
e que apanho com isto 

1 comentário:

  1. Isto foi só para fazer inveja aos alemães
    Monteiro

    ResponderEliminar